Home
ApresentaçãoEmpresaServiçosNossa equipeNovas tecnologiasContatoFaça parte da equipe
BarraCaxiasCentroSão CristóvãoEnglish versionVersão em PortuguêsFrançoise version
Com a terceirização a empresa começa a se preocupar mais com o seu negócio deixando para a COPIADORA CIDADE os eventuais problemas decorrentes do processo.

Ao utilizar os mais modernos métodos de reengenharia de impressões e cópias, a COPIADORA CIDADE busca diminuir os custos de seus clientes gerenciando todo a cadeia do processo de impressão e cópias.

Pouca gente sabe qual seria o custo de um documento gerado em impressora de porte corporativo e quanto custaria em impressora tipo home office. Essa diferença pode chegar a 60% de redução de custos. Outra informação importante que passa despercebida é que o custo de uma página impressa a jato de tinta é oito vezes maior do que em uma impressora laser.

Essas são as principais motivações às companhias que possuem grandes parques de impressoras a investir na centralização das operações.

Projetos de reengenharia de impressão podem garantir uma economia superior a 30%.

Enfim, a reengenharia é uma total mudança de paradigma.

As pessoas deixam suas impressoras pessoais e utilizam um ambiente departamentalizado, não tendo mais a necessidade de se preocupar com impressoras. Ele não se preocupa mais em controlar seu próprio suprimento, se o equipamento está com problemas etc...

O usuário passa a se preocupar com suas atividades profissionais.

A impressora será parte integrante do ambiente, não influenciando na produtividade do profissional de forma negativa, somente de forma positiva.

Terceirizar Serviços Comprar Equipamentos
Compra dos equipamentos por conta do terceirizado com a preservação do capital de giro do contratante. Compra dos equipamentos por conta da empresa.
Custo de manutenção por conta do terceirizado. Custo de manutenção por conta da empresa.
Compra de suprimentos por conta do terceirizado. Compra de suprimentos por conta da empresa.
Em caso de problemas com equipamento substituição sem custos para o contratante. Em caso de pane do equipamento aguardo da assistência técnica e do concerto não havendo substituição.
Up-grade dos equipamentos cada 36 meses. Desvalorização ou obsolescência dos equipamentos.
Adequação dos equipamentos a necessidade real do cliente. Equipamentos sub-aproveitados não atendendo as reais necessidades.
Abatimento dos serviços como despesa gerando redução de cerca de 30% do valor do contrato no valor a ser pago junto ao IR. Abatimento dos equipamentos no IR como depreciação na razão de até 10% ao ano dependendo do equipamento.
Em caso de alteração na estrutura existente, facilidade na adequação de novos equipamentos durante a vigência do contrato. Em caso de alteração na estrutura existente, compra de novos equipamentos demandando tempo e dinheiro.